18 de maio de 2021

Shenzen avança impulsionada pelo crescimento econômico da China


Shenzen é uma importante cidade na província chinesa de Guangdong. É parte da megalópole do Delta do Rio das Pérolas, e faz fronteira com Hong Kong ao sul, Huizhou ao nordeste e Dongguan ao noroeste.
A cidade foi designada como uma zona econômica especial pelo Comitê Central do Partido Comunista Chinês, nos idos de 1980. 

Uma simples vila de pescadores há 40 anos, Shenzhen tornou-se destaque na grande mídia logo após os primeiros três meses deste ano, graças aos preços de suas casas em comparação aos de Hong Kong.

A cidade registrou o crescimento mais rápido em preços de residências de luxo do mundo, superando até mesmo os mercados imobiliários tradicionais, como Hong Kong, Londres, Nova York e Paris, de acordo com a consultoria imobiliária Knight Frank.

As cidades chinesas de Xangai e Guangzhou também ficaram em segundo e terceiro lugar na lista de 46 cidades.
Mercados imobiliários de luxo tradicionais, como Hong Kong, Londres, Dubai, Paris e Nova York, ficaram próximos ao final da classificação, ficando entre o 42º e o 46º lugar, respectivamente.

Uma casa de luxo em Shenzhen é normalmente uma unidade com um tamanho de pelo menos 200 metros quadrados e com preço de pelo menos 100.000 yuans ( US $ 15.445 ) por metro quadrado. Isso resulta em casas de luxo de nível básico com preços entre 15 milhões e 16 milhões de yuans. Ao mesmo tempo, a demanda tem aumentado à medida que as preocupações com a pandemia continuam diminuindo.

Atualmente, Shenzhen é classificada como o centro de tecnologia da China Continental e abriga algumas das maiores empresas chinesas, como a editora de jogos Tencent, a fabricante de dispositivos de telecomunicações 5G Huawei, o credor e segurador Ping An Group e o fabricante de drones DJI.

Além disso, a cidade também faz parte da região da Greater Bay Area ( GBA ), um plano nacional ambicioso, que visa criar um cluster de metrópoles globalmente competitivo no Delta do Rio das Pérolas, já citado no início deste artigo.

Shenzen também não é estranha à comunidade do MMA pelo fato de já ter sediado eventos do porte do M-1 Challenge, MMC 3, Superstar Fight, Glory of Heroes, Kunlun Fight, Super Kombat e até mesmo UFC.  
Os fãs do esporte ainda lembram do quinto evento do UFC promovido em solo chinês e realizado no Shenzhen Universiade Sports Centre e que consagrou Li Jingliang e a ex-campeã Weili Zhang.

Agora que a China foi a primeira à se recuperar da Covid-19, o país com a maior população mundial continua com a economia mais aquecida do planeta e, à título de curiosidade, Shenzhen, Xangai e Guangzhou tem políticas de restrições relativamente menos rigorosas do que Pequim. 

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 18/05/2021
_
Legenda : A cidade se destaca entre os mercados imobiliários de luxo tradicionais. No flagrante, visão noturna do centro de Shenzhen, na província de Guangdong, sul da China.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C )  Xinhua | ( C ) South China Morning Post | Divulgação ).

Legenda : A ex-campeã Weili Zhang se consagrou no UFC Shenzhen, em 2019.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Getty Images | ( C ) UFC | ( C ) WME IMG | Divulgação ).