26 de janeiro de 2021

Brasília-DF sediou o retorno do WGP Kickboxing no último sábado

 


No sábado, 23 de janeiro, tivemos o retorno em grande estilo do WGP Kickboxing, em sua primeira edição regional, em Brasília-DF. A promoção voltou à ativa depois de mais de um ano de inatividade por conta da pandemia do Covid-19.

O WGP Brasília foi realizado seguindo todos os protocolos e medidas de segurança para prevenção contra o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ),  responsável pela doença Covid-19. Também não foram comercializados ou distribuídos ingressos, uma vez que não seria permitida a presença de qualquer tipo de público.

O evento na capital nacional foi viabilizado através de emenda parlamentar do Deputado Distrital Martins Machado, destinada à Secretaria de Esportes e Lazer do Distrito Federal. O Deputado Martins tem apoiado constantemente, não somente ações de desenvolvimento do esporte Kickboxing, mas também de muitos outros esportes. 
Também não podemos esquecer de citar o apoio do Deputado Júlio César Ribeiro.

O maior show de ‘trocação’ do Brasil na atualidade foi novamente realizado pela CBKB, com chancela internacional da WAKO Pró e contou com a transmissão ‘ao vivo’ dos canais Bandsports, Combate e Fox. 

Esta edição do WGP na capital federal reuniu, além de atletas “rodados”, novos valores do Kickboxing brasileiro, notadamente do DF, que tem se destacado muito no cenário competitivo a modalidade.

O ‘card’ coroou dois novos campeões dos torneios eliminatórios do WGP, que tiveram que vencer duas lutas na noite ( cada ). André Martins ( até 71,8kg ) e Júlio Assunção ( até 64,5kg ), que venceram ( nas finais ) Geova Sabino e Mateus Pereira, respectivamente.
Assim sendo, o primeiro levou para casa o título de campeão do GP dos meio médios ( até 71,8kg ), enquanto Assunção, o grande prospecto da região centro-oeste do Brasil, tornou-se campeão do GP dos super leves ( até 64,5kg ).

Nas ‘Special Fights’ o duelo entre Guilherme Monteiro e Wellington Mourão foi muito intenso, com bons momentos para os dois lados. Ao final dos três rounds, melhor para Guilherme, que obteve a vitória por decisão unânime em uma das melhores lutas da noite.

Entre os lutadores da categoria peso pesado, Guilherme Julio fez bonito ao dominar e mostrar muito preparo físico para vencer João Pedro Simão por decisão unânime.

Já Rafael Andrade foi superior a Bruno dos Santos em boa parte da luta e levou a vitória por decisão dividida.

O evento contou ainda com outras cinco lutas no “Undercard” ou ‘card’ preliminar, com destaque para o triunfo de Reginaldo Brito por nocaute diante de Yuri Pereira.

WGP Kickboxing Brasília
Sábado, 23 de janeiro de 2021
Brasília-DF, Brasil

CARD PRINCIPAL:
Andre Martins venceu Geova Sabino por nocaute aos 2m45s do R3
Julio Assunção venceu Mateus Pereira por decisão unânime
Guilherme Monteiro venceu Wellington Mourão por decisão unânime
Guilherme Julio venceu João Pedro Simão por decisão unânime
Rafael Andrade venceu Bruno dos Santos por decisão dividida
Geova Sabino venceu Jeremias Henrique por decisão dividida
André Martins venceu Elder Dias por nocaute aos 2m30s do R2
Mateus Pereira venceu Meijy Portela por decisão unânime
Julio Assunção venceu João Pedro Moreira por decisão unânime

CARD PRELIMINAR
Reginaldo Brito venceu Yuri Pereira por nocaute
Lucas Silva venceu Celso Ribeiro por pontos
Rony Henrique venceu Pedro Victor por pontos
Hiago Pereira venceu Rômulo Araújo por pontos

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 26/01/2021
_
Foto acima : André Martins foi um dos destaques do WGP Brasília. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Honney Pereira | ( C ) WGP Kickboxing | ( C ) CBKB | ( C ) WAKO Pró | Divulgação ).

Abaixo : O ‘flyer’ de divulgação do WGP Brasília ( WGP BSB ) realizado em 23 de janeiro. ( Créditos | Cortesia : ( C ) WGP Kickboxing | ( C ) CBKB | ( C ) WAKO Pró | Divulgação ).