1 de setembro de 2020

Souris Manfredi torna-se a primeira mulher campeã mundial de Lethwei no WLC 12 : “Hideout Battle”

 


Na sexta-feira, 28 de agosto, o World Lethwei Championship ( WLC ) promoveu a edição batizada de “Hideout Battle”. O ‘card’ - que teve lugar em Yangon, Mianmar ( Birmânia ) - foi o primeiro após um hiato de seis meses.

Para quem não sabe, o Lethwei é considerado por muitos como o esporte de combate mais brutal do mundo, pois os competidores lutam sem luvas e são permitidos socos e chutes, assim como cotoveladas, joelhadas e cabeçadas, além de uma variedade de quedas.

Lethwei é um esporte nativo de Mianmar e o WLC é a principal promoção da modalidade no mundo. Os shows da franquia costumam ser transmitidos no UFC Fight Pass até porque o WLC deverá fazer a sua estreia nos Estados Unidos em 5 de novembro deste ano.

Outras estreias internacionais do show deverão incluir países como a Tailândia e o Camboja.

Enquanto isso, o WLC 12: “Hideout Battle” como um todo apresentou uma noite divertida de lutas insanamente brutais. Foram nocautes, lutas disputadas e muito mais.

No ‘main event’ ( ou “evento principal” ), a lutadora Souris Manfredi, da França, fez história como a primeira mulher a se tornar campeã mundial de Lethwei ao derrotar a espanhola Maisha Katz por nocaute técnico.

Manfredi foi eficaz em seus socos diretos que consistentemente romperam a guarda de Katz. No final do quarto round, o árbitro parou a luta, concedendo a vitória à lutadora francesa por nocaute técnico e o título mundial de Lethwei feminino na categoria peso galo.

No ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ), So Mi Ong Luktupfah,  de Mianmar, e Artur Te, do Uzbequistão, proporcionaram um verdadeiro espetáculo em que So Mi Ong Luktupfah acabou vencendo por decisão dividida. Os dois atletas alternaram bons momentos durante toda a luta com incrível precisão e capacidade atlética. Então Mi Ong Luktupfah conseguiu levar Artur Te várias vezes ao knock down e provou ser merecedor de uma vitória por decisão dividida.

Lembrando que existe uma diferença entre ‘knock out’  e  ‘knock down’.

Confira os resultados oficiais do WLC 12: “Hideout Battle”, abaixo :


WLC 12: “Hideout Battle”
28 de agosto de 2020
Yangon, Mianmar


Souris Manfredi venceu Maisha Katz por TKO ( interrupção do árbitro, aos 3:00 do quarto round )
So Mi Ong Luktupfah venceu Artur Te por decisão dividida
Kristof Kirsch venceu Gligor Stojanov por decisão unânime
Nabil Anane venceu Vi Phoe Khwar por decisão unânime
Sherzod Kabutov venceu Nakha por decisão unânime
Omar Mahir venceu Tophik Abdullaev por KO ( aos 1:24 do primeiro round )
Myagmasuren Borkhuu venceu Nur Muhammad por KO (  aos 2:20 do quarto round  )


*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/09/2020
_
Foto : Francesa venceu no WLC 12: “Hideout Battle” para se tornar a primeira campeã mundial de Lethwei na categoria peso galo. ( Cortesia | Créditos : ( C ) World Lethwei Championship | ( C ) Mandalay Export | Divulgação ).